Negócio de US$125 bi, Esports discute novos investimentos no Brasil

Na pré-estreia do DreamHack Rio 2019, o Brasil Esports Forum reúne empresários e representantes do governo para rodada de negócios

Foto: Divulgação Facebook

Terceiro maior mercado da indústria de games do mundo, atrás da China e dos Estados Unidos, o Brasil entra definitivamente no roteiro dos grandes eventos de games.  Pela primeira vez, o DreamHack — maior festival digital de Esports do mundo — será realizado no país. O Rio foi escolhido para sediar esse grande evento. De 19 a 21 de abril, o Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, estará, literalmente, sob os olhares do mundo dos games. A organização do evento calcula receber mais de 60 mil entusiastas dos jogos digitais e empresários do setor.

Só no Brasil o mercado da indústria de games movimenta 1,5 bilhão de dólares por ano. No mundo, essa soma chega a US$ 125 bilhões. De acordo com dados da última pesquisa da Newzoo (2019), o Brasil registrou um crescimento de 20% em sua audiência de Esports em 2019, na comparação com o ano anterior, chegando a 21,2 milhões de gamers. Este total é dividido em 12 milhões de ocasionais e 9,2 milhões de entusiastas (aqueles que acompanham regularmente), o que coloca o país também como a terceira maior torcida do mundo.

A pré-estreia do evento acontecerá no dia 17 de abril, das 9h às 18h30, durante o “Brasil Esports Forum”, com rodadas de negócios entre autoridades governamentais, empresários ligados ao segmento de Esports e convidados. “O objetivo desse evento é aumentar tais números e impulsionar novas parcerias profissionais e novos negócios, conectando a categoria de Esports ao turismo, educação e inovação. Na ocasião, serão compartilhados números de investimentos nos variados setores que foram previstos com a realização da DreamHack Rio”, diz Filipe Alves Rodrigues, diretor-geral da DreamHack Brasil.

No debate serão discutidas propostas para ações do governo, da iniciativa privada, da academia e da sociedade sobre este novo mercado em expansão. Entre os temas programados estão: “O cenário competitivo no Brasil e seus desafios”; “Esports na política pública do Brasil”; “O mobile e o futuro do Esports”; “A DreamHack e o ecossistema de Esports no Brasil”, entre outros.

Segundo Rodrigues, o mercado de Esports está em crescimento. A projeção da Newzoo é que os Esports movimentem US$ 905 milhões neste ano no país, chegando a US$ 1,6 bilhão em 2021. “Precisamos expandir o ecossistema de games. O Brasil Esports Forum e a DreamHack Rio permitem que tal experiência seja única para o nosso país”, ressalta. “Além disso, conseguimos alavancar a economia em diversos setores. Por isso, convidamos autoridades públicas, especialistas esportivos, empresários, pro-players, profissionais da imprensa e desenvolvedores de games para o fórum.”

O Brasil Esports Forum é uma excelente oportunidade para aqueles que desejam ingressar no mercado de Esports no Brasil. “Sem contar que será um diferencial para aqueles que buscam fazer networking e querem estar ao lado de grandes empresários do cenário brasileiro de games”, acrescenta Rodrigues.

No ano passado, a cidade carioca já realizou o evento Rio Esports Forum, também com a presença de Arturo Castelo, diretor da DreamHack Spain.

Palestrantes
Paulo Robertos Ribas, presidente da FERJEE; general Marco Aurélio Vieira, secretário Nacional do Esporte; Felipe Bornier, secretário de Esporte, Lazer e Juventude do RJ;Otávio Leite, secretário do Turismo do RJ; Alexandre Marinho, CEO da SUPERNOVA; Bárbara Gutierrez, Editora do Versus/IGN; Jairo Domingos Junior, Redator e repórter do Versus Esports; Bruno Playhard/Embaixador da Final Level/ Embaixador da DreamHack Rio; Christian Boneman representando a Bitrep, presidente do IeSF; Leandro Lagomarsino presidente AADE (Asociación Argentina de Deportes Electrónicos); Alberto Goldenstein, advogado; Roberto Motta, secretário de Iniciativas Estratégicas; Gustavo Nadalin, diretor jurídico do Curitiba; João Pott, Head of Esports DreamHack Brasil, e Arturo Castelo, diretor da DreamHack Spain.

Confira a programação completa
9h às 9:45 – Credenciamento e Welcome Coffee

9h50 – Abertura – Filipe Alves Rodrigues, Diretor-Geral DreamHack Brasil

10h às 10h45 – O Esports na política pública do Brasil
Filipe Alves Rodrigues, Diretor-Geral da DreamHack Brasil
Paulo Roberto Ribas, Presidente da FERJEE
Arturo Castello, Diretor da DreamHack Spain
General Marco Aurélio Vieira, Secretário Especial do Esporte
Felipe Bornier, Secretário de Esporte, Lazer e Juventude do RJ
Paulo Márcio Dias, Presidente da AGLO
Colin Webster, Presidente IeSF
Carlos Junior, Presidente da ABCDE

11h às 11h55 – O mobile e o futuro do Esports
Alexandre Marinho, CEO da SUPERNOVA
Bruno Playhard, Embaixador da Final Level e da DreamHack Rio
João Pott, Head of esports DreamHack Rio
Bárbara Gutierrez, Editora do Versus/IGN

12h às 12h55 – Esports e seu fit com outras economias como o turismo e a Tecnologia
Alberto Goldenstein, Advogado
Roberto Motta, Secretário de Iniciativas Estratégicas
Philipe Campelo, Convention Bureau
Carlos Estigarribia, Sócio da RightZero e fundador da ABRAGAMES

13h às 14h30 – Intervalo

14h40 às 15h50 – As apostas esportivas e o financiamento do esporte brasileiro e eletrônico
Otávio Leite, Secretário de turismo do Estado do Rio de Janeiro
Gustavo Nadalin, Diretor jurídico de Coritiba Futebol Clube
Christian Boneman, da Bitrep

16h às 17h30 – O cenário competitivo no Brasil e seus desafios
João Pott, Head of Esports DreamHack Rio
Nicholas Bocchi, Diretor de atletas da CNB
Lucas Braga, da Bitrep
Jairo Domingos Junior, Redator e repórter do Versus Esports

17h30 às 18h30 – A DreamHack e o ecossistema de esports no Brasil
Filipe Alves Rodrigues, Diretor-Geral da DreamHack Brasil

18h30 – Encerramento

 

Serviço:
Brasil Esports Forum
Local: Hotel Marriot Copacabana – RJ
Endereço: Avenida Atlântica nº 2600
Data: 17/04/2019
Informações Gerais e inscrições:
Investimento: R$ 399,00 (trezentos e noventa e nove reais)
Haverá direito à meia-entrada para estudantes, idosos e professores.
Site para compra: Ticket Agora
Visite-nos em nossas redes sociais para mais informações.

Sobre a DreamHack
A DreamHack se dedica totalmente ao entretenimento dentro da geração digital. Fundada em 1994 como uma LAN Party, a DreamHack cresceu por mais de 20 anos até se tornar um fenômeno global com seu festival digital destinado ao público jovem da Europa e da América do Norte. Os festivais da DreamHack oferecem uma imensa variedade de competições esportivas, música ao vivo, exposições, competições criativas, LAN Party, Cosplay e muito mais.

COMENTÁRIOS

Redação E-arena

POSTS DO AUTOR

Não há post para esse autor.