Premiação de DOTA 2 é, de longe, a maior do mundo. Entenda!

Arena do mundial de DOTA2 – 2017

A premiação do mundial de DOTA é de longe a maior entre todos os campeonatos de e-Games do mundo. Em 2017, o total distribuído alcançou cifras gigantes, com quase R$ 90 milhões distribuídos entre os finalistas do torneio. Em 2018 este número deve ser superado. No primeiro dia de arrecadação, o valor ultrapassou R$ 20 milhões, com crescimento de 250% em relação ao ano anterior.

Entenda porque as cifras estão neste patamar

A grande diferença é que o dinheiro dos prêmios não sai da produtora do Game – a americana Valve – como nos demais mundiais de e-Sports. São os próprios jogadores que investem, através de compras dentro do próprio jogo.

Há bastante conteúdo pago dentro de Dota 2, em especial os Passes de Batalha, que são oferecidos aos players durante o período de arrecadação de fundos para o torneio. As compras vão de 40 a 150 reais, e 25% do total deste valor é destinado à premiação do torneio.

O Passe de Batalha permite acesso à diferentes modos de jogo como estilo de Battle Royale, e acessórios como tesouros, terrenos, sprays, tropas personalizadas, entre outros. Tem bastante novidade para incrementar o jogo e ao mesmo tempo contribuir com o campeonato. Este modelo de crowdfunding existe desde 2013, e os Dota-gamers não param de bater recordes desde então. Não à toa, o mundial é de longe o torneio mais rentável para as equipes.

 

 

Dota 2: enfileirando recordes ano a ano

O mundial de Dota acontece em Vancouver entre os dias 15 e 25 de agosto. 18 equipes vencedoras das classificatórias abertas participam do torneio, que deve mais uma vez quebrar recorde de valores em premiação, o que acontece desde 2013, quando foram arrecadados R$ 10 milhões para o torneio.

Veja o crescimento de arrecadação ano após ano:

 

Ano Prêmios no mundial de DOTA
2013 R$ 10 milhões
2014 R$ 40 milhões
2015 R$ 65 milhões
2016 R$ 75 milhões
2017 R$ 90 milhões
2018          ?

 

A diferença é grande para os outros mundiais de eSports.

League of Legends, por exemplo, distribuiu cerca de R$ 35 milhões em 2017. CS:GO paga aproximadamente R$ 46 milhões em seu principal campeonato.

 

Arena do mundial de DOTA2 – 2017

Efeitos colaterais positivos

A mecânica de premiação do mundial de Dota tende a ser bastante benéfica para o mercado. A alta rentabilidade gera forte interesse de potências do esporte tradicional. Ir bem no mundial pode ser super lucrativo. Provas disso? Recentemente o Paris Saint German anunciou seu time de Dota. Esta visibilidade positiva, valoriza os gamers e torna o jogo mais profissional. É possível ter realmente uma vida confortável sendo um esportista virtual.

Por fim, as cifras elevadas servem como exemplo para outros produtores e isso gera um ciclo positivo de aumento de prêmios nos demais jogos. O ecossistema de Dota fica mais rico e os demais jogos vão ter que correr atrás, lançando iniciativas semelhantes.

Será? 

Conheça os top 10 campeonatos que mais pagaram em 2017

COMENTÁRIOS

Publicitário, cientista do consumo e especialista do universo digital. É diretor geral e um dos idealizadores do Portal e-Arena, com muito orgulho.