As 9 organizações mais lucrativas dos Esports em 2018

The International é alicerce do lucro anual

Os Esports continuaram a crescer em 2018 com várias novas competições de games que se firmaram no cenário competitivo e títulos que já são consolidados mundialmente. Com isso, as grandes organizações faturaram uma enorme quantia de dinheiro com as premiações. De acordo com o Esports Earnings, os dez melhores colocados da lista faturaram no mínimo 3 milhões de dólares em ligas e torneios durante o ano, sendo que o The International, principal evento de Dota 2, é determinante para estes ganhos financeiros.

Vici Gaming

O sucesso lucrativo da Vici Gaming em 2018 é coerente com o que a organização realiza no The International. Ela levou três times diferentes para o evento: o homônimo, VGJ.Storm e VGJ.Thunder. Mesmo que eles tenham alcançado apenas as sétima e oitava posições, coletivamente isso rendeu  mais de 1 milhão de dólares para a empresa, assim aumentando bastante os ganhos com os campeonatos de Dota 2. No total, a Vici Gaming arrecadou 3.044 milhões de dólares nas competições do ano.

Fnatic

A Fnatic arrecadou boa parte de seus lucros anuais em competições por causa de três modalidades diferentes: League of Legends, Counter Strike: Global Offensive e Dota 2. Entretanto, a empresa também teve um ótimo retorno financeiro de outros jogos, como Fortnite e FIFA. Com isso, ela chegou à soma de 3.628 milhões de dólares.

Astralis

A organização dinamarquesa compete exclusivamente em Counter Strike: Global Offensive, mas isso não é impedimento para que ela entre nessa lista, principalmente pelo enorme sucesso de 2018. Astralis venceu diversos eventos grandes, como ELEAGUE CS:GO Premier e FACEIT Major: Londres, além das sétima e oitava temporadas da ESL Pro League. A consistência da organização ainda rendeu a vitória no Intel Grand Slam, garantindo praticamente um quarto dos 3.651 milhões de dólares arrecadados.

Virtus.pro

A Virtus.pro teve um excelente ano nas competições de Dota 2 ao alcançar o topo nos Majors de Kuala Lumpur e Bucareste, além dos ESL One de Birmingham e Katowice. Apesar de não terem ido tão longe no The International, estar entre os 6 melhores garantiu mais de 1 milhão de dólares dos 3.957 milhões acumulados em 2018. Mesmo com a debandada recente da equipe de CS:GO, o time ainda gerou um bom retorno financeiro para organização.

Faze Clan

Fortnite cresceu absurdamente no último ano e a Faze Clan pode ser a organização melhor posicionada para tirar frutos das competições do Battle Royale em 2019, principalmente por causa do atleta Turner “Tfue” Tenney. A empresa teve a maioria do seu lucro em outros shooters, como CS:GO, Call of Duty: WWII e PlayerUnknown’s Battlegrounds. Ao todo, a Faze Clan arrecadou 4.091 milhões de dólares.

Evil Geniuses

A organização é conhecida por ter grande parte dos seus lucros com premiações vindas diretamente do Dota 2, algo que se manteve em 2018. A equipe da Evil Geniuses terminou o The International em terceiro lugar, garantindo mais da metade de toda a soma anual, que chegou aos 4.173 milhões de dólares. Além do MOBA, a empresa também teve ótimo desempenho ao vencer o Call of Duty World League Championship e participações de Rainbow Six Siege nos Invitational e Major Paris.

Paris Saint-Germain Esports

A primeira e única organização da lista que é formada por um clube de esportes tradicionais. Parte do sucesso do PSG nos esports em 2018 é resultado da equipe de DOTA 2 ter sido o vice-campeã do The International, algo que facilitou muito para arrecadação anual de 5.362 milhões de dólares. Além do MOBA, o clube francês ainda alcançou bons resultados com seu time de Rocket League.

Team Liquid

Assim como as outras organizações nas melhores posições dessa lista, a Team Liquid teve um ótimo resultado no The International ao terminar na quarta posição do principal evento de Dota 2. Entretanto, a empresa conseguiu um vasto número de conquistas em diversos jogos diferentes. Fortnite, PUBG e LoL foram apenas alguns dos outros títulos grandes que fizeram a empresa arrecadar 7.197 milhões de dólares em 2018.

OG

Seria praticamente impossível outra organização não estar no topo da lista, já que a OG foi a campeã do The International, que teve sua premiação de crowdfunding acima dos 11 milhões de dólares garantidos ao vencedor do evento. O único outro game que a OG obteve sucesso em 2018 foi Super Smash Bros: Melee, algo que ajudou a empresa somar 11.465 milhões de dólares no ano.

Durante pesquisa e produção de textos, é encontrado com a alcunha de Lazyguga em partidas de Overwatch, Clash Royale e MTG Arena ou conquistando ginásios no Pokémon GO.