Battle Royales incorporam cultura pop para conquistar público

Epic Games e Garena compreendem tendências e as transformam em diferenciais

O sucesso dos Battle Royales passou pela fase de surpresa dentro da indústria dos games, a consolidação e no último ano a expansão para vários modelos diferentes dentro do gênero. Um dos elementos mais importantes para todos os jogos do estilo é a forma com que as desenvolvedoras compreendem a cultura pop atual e fazem dela uma característica nas atualizações ou na forma que o público interage com a marca.

Free Fire feat. Rap e Funk

Em 2019, Free Fire demonstrou essa junção à cultura pop ao colocar MC Jottapê e Mano Brown como os artistas de “Zé Guaritinha”, música que faz clara referência aos aspectos do gênero battle royale. Na semana do lançamento do clipe, hoje com mais de 26 milhões de acesso no canal KondZilla, criou-se um debate pelas redes sociais sobre a presença do membro do Racionais MC’s promovendo algo sobre vídeo-game. Ao mesmo tempo, a participação de um artista tão reconhecido no país apresentou o jogo da Garena para ainda mais pessoas. 

Ontem, a Garena revelou o vídeo de “I’m on Fire”, do seu grupo virtual T.R.A.P. Dessa vez, o subgênero do rap, que dá nome à canção, é o estilo musical que a empresa utiliza para promover um diferencial dentro do seu battle royale. Trap tornou-se mais popular nos últimos anos e dominou as rádios em 2019 com “Old Town Road”, de Lil Nas X. Além disso, a produção musical do Free Fire tem o meme do cachorro caramelo dançante que fez tanto sucesso pelas redes sociais no Brasil.

Leia mais: É possível democratizar os e-sports?

Fortnite quer sua dança do TikTok

A Epic Games transformou o Fortnite em um exemplo dentro da indústria dos games pela forma que sempre inventa algo diferente para os seus fãs consumirem dentro do jogo. Dessa vez, eles aproveitam o sucesso do TikTok para escolher danças do público e transformá-las em emotes. Os participantes têm até 24 de Janeiro para divulgar seus vídeos dentro da rede social com a #EmoteRoyaleContest. Pokimane e Jordan Fisher já possuem seus passos integrados ao battle royale.

Fortnite sempre teve seus emotes de dança baseados em passos da vida real, algo que até facilitou sua popularização. Ao mesmo tempo, o sucesso do jogo da Epic Games se mesclou com a cultura pop rapidamente. Vingadores teve referência ao game em um dos filmes, Ninja tornou-se uma celebridade reconhecida e  jogadores de futebol comemoravam gols como seus personagens do game. Isso deve se manter por bastante tempo, principalmente com outras marcas adentrando à ilha do battle royale, como os filmes fizeram em 2019

Os battle royales se consolidaram como jogos populares da indústria dos games, independentemente da plataforma, e conquistaram seu público por seus diferenciais, sejam eles cosméticos ou experiências únicas. Eles se tornaram elementos da cultura pop que possuem sua própria relevância dentro do contexto atual e um local comum para franquias mostrarem seus aspectos visuais aos jogadores.

Durante pesquisa e produção de textos, é encontrado com a alcunha de Lazyguga em partidas de Overwatch, Clash Royale e MTG Arena ou conquistando ginásios no Pokémon GO.