Game Awards 2019 é o mais equilibrado da geração

Premiação tem várias categorias sem um grande favorito

O Game Awards 2019 teve sua lista de indicados divulgada nesta semana em um vídeo pelo YouTube que acabou surpreendendo pela ausência de alguns jogos na categoria principal e na disputa equilibrada entre os concorrentes em diversas categorias. A premiação teve grandes favoritos nos últimos anos, seja com a excelência de Zelda: Breath of the Wild ou o renascimento da franquia God of War, mas dessa vez não parece existir um consenso de quem está à frente na disputa. 

Um dos motivos desse equilíbrio é a ausência de um jogo que seja impactante em aspecto cultural e que também seja praticamente uma unanimidade aos consumidores e crítica, mesmo que o Game Awards 2019 esteja repleto de acertos da indústria. O exemplo mais notório de todos é Death Stranding, jogo concebido por Hideo Kojima. Mesmo que seja excelente em vários aspectos técnicos, principalmente pelas ótimas performances dos atores, ele polarizou bastante porque sua narrativa é densa, lenta e muito mais metafórica do que concreta, algo que foge bruscamente dos aspectos de Triplo-A.

Em contrapartida, seu provável maior adversário é Sekiro, da From Software. O jogo é uma evolução das características marcantes nas produções do estúdio, como Dark Souls e Bloodborne, mas que ainda não é tão popular como poderia pela enorme qualidade dos games. O aspecto de dificuldade elevada é um grande divisor de águas também, afinal um jogador pode simplesmente largar aquela jornada pelo caminho por se sentir frustrado com seus milhares de fracassos do que realmente se divertindo.

Os outros quatro participantes da categoria principal são repletos de acertos, mas seriam surpreendentes como o melhor jogo do ano. Control e Outer Worlds ganharam mais notoriedade do que se esperava, tanto que dificilmente se esperava ambos indicados, mas as duas produções sabem como criar jogabilidade e narrativa agradáveis. Super Smash Bros Ultimate é mais um enorme acerto da Nintendo e os números de vendas ou jogadores inscritos na EVO falam por si só sobre o sucesso alcançado, mas ser tão nichado pode ser um agravante. O remake de Resident Evil 2 trouxe um remake muito aguardado e incorporou novidades que engrandeceram o jogo, mas talvez não seja o maior acerto da Capcom em 2019, mas, na verdade, Devil May Cry V.

Outro motivo que transforma o Game Awards 2019 em uma premiação sem jogos tão favoritos aos prêmios é o acúmulo de produções para 2020, assim encerrando o ciclo da atual geração. The Last of US 2, Final Fantasy VII Remake e Cyberpunk 2077 devem ser o centro das atenções no próximo ano, aproveitando ao máximo o que os consoles atuais são capazes. Nem mesmo a Nintendo, que tem acertado bastante com suas principais franquias, possui um jogo encantador em 2019 – Super Smash Bros Ultimate é de 2018.

Gears of War 5 era um dos jogos que parte do público deseja ver entre os indicados da categoria principal do Game Awards 2019, mas não ganhou espaço na lista. Devil May Cry V é outra produção enorme que ampliou uma franquia de sucesso mantendo características que fizeram sucesso na década passada, mas que se atualizou em todos os aspectos técnicos e narrativos. Também existe o caso de Star Wars: Jedi Fallen Order, lançado muito próximo da decisão dos indicados, logo não deve ter recebido atenção suficiente dos votantes e assim deixado de lado quando poderia ganhar espaço dentro da premiação.

Gris concorre em três categorias do Game Awards 2019

Também vale ressaltar alguns aspectos de outras categorias do Game Awards 2019:

  • Melhor Direção dificilmente não será entregue ao Hideo Kojima por todo o desenvolvimento que ele conduz em Death Stranding – algo que também pode pesar na escolha de Melhor Performance, que tem Mads Mikkelsen e Norman Reedus concorrendo pelo jogo;
  • Gris é um forte concorrente em suas categorias, principalmente em Games for Impact;
  • Fortnite deve ganhar com facilidade como melhor Jogo Contínuo;
  • Untitled Goose Game é o indie mais popular da premiação, mas isso está longe de o garantir como vencedor das disputas;
  • Jump Force estar entre os indicados de Jogo de Luta é uma piada. Samurai Shodown, Mortal Kombat 11 e Super Smash Bros Ultimate são os grandes concorrentes da categoria;
  • Nintendo ter todas as indicações para a categoria Jogos para a Família é só um reflexo da efetividade da empresa nessa proposta.

Os vencedores do Game Awards 2019 serão anunciados durante a premiação em 12 de dezembro. Além disso, o evento também deve ter um grande número de anúncios, assim como aconteceu em 2018.

Durante pesquisa e produção de textos, é encontrado com a alcunha de Lazyguga em partidas de Overwatch, Clash Royale e MTG Arena ou conquistando ginásios no Pokémon GO.