Shanghai Dragons vive conto de fadas na Overwatch League

Time sai do fundo do poço ao título de Stage 3 no ano seguinte

Shanghai Dragons se tornou muito famoso por um feito extremamente negativo durante a primeira temporada da Overwatch League: 40 partidas disputadas e nenhuma vitória conquistada, algo que colocou o time nos holofotes da pior forma possível ao adquirir a marca de 42 derrotas com as partidas iniciais da OWL em 2019, assim se tornando a equipe esportiva com a maior sequência de jogos perdidos. Entretanto, a organização se reergueu e agora atingiu o ápice do seu conto de fadas, vencer o Stage 3 da competição atual derrotando os melhores times da Liga com uma qualidade técnica invejável.

O primeiro passo que a organização tomou para tentar melhorar a equipe do Shanghai Dragons para a temporada 2019 foi reformular o elenco. Geguri, a única jogadora mulher na OWL, e Diya são os únicos remanescentes da temporada passada, enquanto DDing, Youngjin, Luffy e CoMa chegaram logo após o término trágico da competição de 2018. Gamsu e envy foram os últimos a entrar na formação atual, mas apenas durante este ano. 

Na estreia do Shanghai Dragons na segunda temporada da Overwatch League já era claro o avanço técnico e coletivo da equipe, principalmente dos jogadores estreando com a camisa da organização. Gamsu mal havia chegado ao time e mostrava que seria o pilar para a evolução futura, principalmente quando eles se mostraram tão eficientes na formação com 3 DPSs, 1 Tanque e 2 Suportes – o que foge do metagame que GOATS foi dominante. Essa composição não era só a mais efetiva para as qualidades deles, mas também permitia que eles fugissem dos confrontos espelhados de GOATS, no qual o sexteto com melhor coletividade costuma ser o vencedor.

A evolução do Shanghai Dragons era clara através dos Stages da temporada. Mesmo que pareça pouco, alcançar a primeira vitória na Overwatch League foi o primeiro passo, principalmente para tirar o peso que havia nos ombros dos membros da organização. No segundo Stage, a equipe conseguiu chegar aos Playoffs, mas caiu para a San Francisco Shock, que se tornou a vitoriosa daquela etapa batendo Vancouver Titans, que até então parecia invencível. 

No confronto pelo título do Stage 3, novamente o San Francisco Shock era o obstáculo a ser batido pelo time chinês, mas dessa vez o Shanghai Dragons já havia mostrado que os melhores times da OWL poderiam ser derrotados por eles, como fizeram com New York Excelsior e Vancouver Titans durante os playoffs. Numa série que começou com um surpreendente domínio de 3-0 com performances individuais espetaculares de Diem, Youngjin e DDing, o equilíbrio entre os times só começou a aparecer quando era tudo ou nada para a organização americana, ainda mais quando Super foi fundamental ao usar Primal Rage e Earthshatter no timing perfeito, assim deixando o placar em 3-2. Entretanto, era a noite dos dragões e eles foram praticamente perfeitos em Dorado, seja na defesa ou no ataque, assim fechando o confronto por 4-2.

Shanghai Dragons viveu o maior conto de fadas da Overwatch League. Para quem alcançou o fundo do poço da forma menos competitiva possível, alcançar um nível alto o suficiente para derrotar as melhores equipes da liga é algo que mostra o quão efetivas foram as mudanças realizadas pela organização. Se anteriormente os dragões chineses conquistaram torcedores por causa da fama de fracote que precisa derrotar milagrosamente um gigante, agora eles ganham fãs por demonstrarem que estão entre os melhores da competição.

COMENTÁRIOS

Durante pesquisa e produção de textos, é encontrado com a alcunha de Lazyguga em partidas de Overwatch, Clash Royale e MTG Arena ou conquistando ginásios no Pokémon GO.